O reembolso do IRS já chegou para muitos e para outros está a bater à porta, principalmente para os que optaram por entregar a declaração pela internet. Mais uma vez, as Finanças prometeram pagar em 20 dias e, até à data, estão a cumprir.





Assim, o melhor é começar a ver onde pode aplicar esse dinheiro extra. Para os cautelosos, o melhor será pôr a verba de parte e começar a amealhar, de forma a conseguir rentabilizá-la. Para os gastadores, gozar umas férias, por exemplo, poderá ser uma boa aplicação. O que é certo é que para os orçamentos de muitas famílias os reembolsos funcionam como um balão de oxigénio. Saiba as opções que tem para esse dinheiro.

1. Saldar dívidas
E porque não aproveitar esse dinheiro extra para saldar as suas dívidas? Deve dar prioridade aos cartões de crédito. Há casos em que as taxas de juro atingem os 30%. O passo seguinte será amortizar outros tipos de crédito (pessoal, automóvel, etc.) com juros mais baixos. Pode também optar por amortizar o crédito à habitação, pois alivia as prestações que paga mensalmente. Mas tudo tem um custo. Se for taxa fixa, os bancos cobram uma comissão de 2% sobre a amortização e 0,5% se for taxa variável.

2. Poupar
Há pequenos truques que pode usar de forma a conseguir poupar algum dinheiro ao fim do mês. A maior parte das soluções é simples de aplicar e muitas vezes implica apenas uma mudança de hábitos. Por exemplo, reduzir refeições fora de casa ou usar mais os transportes públicos pode fazer toda a diferença. Também as idas ao supermercado deverão exigir bom senso. Nada melhor que levar sempre consigo uma lista de compras, pois desta forma evita gastos supérfluos. A partir daí, é só escolher onde vai aplicar esse dinheiro extra.

3. Investir
Está a pensar em que produto pode rentabilizar esse dinheiro extra? Pois bem, existe no mercado uma grande variedade de produtos. Basta que defina o seu perfil de risco e, a partir daqui seleccionar o produto mais adequado ao seu caso. Não se esqueça que numa aplicação sem risco o retorno é mais baixo, mas é garantido. Também a idade pode condicionar. Por norma, quanto mais novo se é mais risco se pode correr. Além disso, quanto maior for o período de aplicação, mais arriscado pode ser o investimento.

4. Gastar
Para quem tem as suas contas em ordem e já tem algum dinheiro aplicado, gastar pode ser a palavra da ordem. A solução é apenas viável para quem tem orçamentos desafogados. Uma realidade nem sempre ao nosso alcance tendo em conta que, desde o início do ano, assistimos ao aumento dos impostos e aos cortes salariais na função pública. Contudo, se pode gastar, então aproveite, por exemplo, para fazer aquela viagem com que tanto sonhou ou para comprar aquele bem ou produto que tanto desejou.

Fonte: iSabe