Saiba que “Devemos ter em conta a classificação energética da casa”. Quem o diz é Ricardo Carvalhais, responsável da UPONOR Portugal.







1 – Que alterações se podem fazer para poupar em casa?
Para as habitações que possuem aquecimento central ou sistemas de climatização é possível programar as horas de funcionamento de forma a não existir desperdício de energia. Existem várias outras opções como a utilização de relógios em caldeiras. É necessário verificar os níveis de isolamento, uma vez que uma casa com isolamento adequado terá maior aproveitamento energético. Outros aspectos são: melhorar caixilharias, telhado, os sistemas de aquecimento…

2 – Qual a mais eficiente?
Acaba por ser um sistema bem dimensionado e equilibrado das redes de abastecimento dos emissores caloríficos e o bom isolamento das casas quer em telhados, quer em paredes. O isolamento permite reter melhor o calor, não obrigando o sistema de aquecimento a um esforço constante.


3 – Que elementos devem ser tidos em conta antes de comprar uma casa?
Devemos ter em conta qual a classificação energética que a casa tem, se é A+ ou não. Classificação esta que, actualmente, é obrigatória em qualquer casa. A análise das melhorias é outro factor: uma habitação com instalação prévia de painéis solares ou outras fontes de energia renovável, bem como um sistema de climatização. Por fim, é necessário verificar que tipo de iluminação é utilizada. Há alguns tipos de lâmpadas específicas, assim como sistemas de climatização que permitem poupança energética mais eficaz.


Fonte: iSabe (adaptado)