Presidente do BPI considera que há uma tendência para o crescimento no mercado do arrendamento.

O presidente do BPI, Fernando Ulrich, acredita que o crédito à habitação vai «durante alguns anos ter menos importância no negócio bancário». Ulrich considera que a tendência é para o crescimento do mercado de arrendamento.



«Por um conjunto de razões, que se conjugam, depois de um período de dez ou 15 anos em que os portugueses preferiam a compra de casa e recorriam ao crédito para esse fim, entramos numa fase em que vamos recorrer menos ao crédito para a compra de casa», disse Fernando Ulrich no final da assembleia-geral de acionistas, no Porto.
«De agora em diante, o crédito habitação vai durante alguns anos ter menos importância no negócio bancário», disse.

Em declarações aos jornalistas, o presidente executivo do BPI disse que «há uma tendência profunda» para o aumento da importância do mercado de arrendamento, o que terá consequências na atividade do setor.

Fonte: Agência Financeira